Linhas intermunicipais – Limite entre dois municípios beneficiando os passageiros

Linhas intermunicipais – Limite entre dois municípios beneficiando os passageiros.

Introdução

 

A princípio quando discutia sobre o crescimento das cidades remetia a conceitos que o limite entre dois municípios limita-se a um mapa. Acima de tudo são bairros e comunidades que representam um crescimento demográfico das cidades chegando a municípios “encostarem” com o outro. Desde já aborda-se nesta postagem exemplos de transporte intermunicipal compartilhado na divisa entre duas cidades. As cidades à serem exemplificadas são:

Exemplo 1 – Grande São Paulo: Parque Continental (São Paulo) e Vila Yara (Osasco)

Exemplo 2 – Região Metropolitana de Sorocaba: Bairro Marmeleiro (Mairinque) e Vila Nova (São Roque)

Exemplo 3 – Região Metropolitana do Vale do Paraíba e Litoral Norte: Distrito de São Francisco Xavier (São José dos Campos)

Enfim temos 3 (três) amostras de linhas municipais que confundem-se com intermunicipais. Acresce que os pontos finais das linhas não só em alguns casos possuem uma boa infraestrutura como também tem deficiência dela.

Exemplo N° 1 – Linhas intermunicipais – Limite entre dois municípios beneficiando os passageiros. Grande São Paulo.

Inicialmente o Terminal Amador Aguiar localiza-se na Vila Yara em Osasco, quase na divisa com Parque Continental em São Paulo. Certamente temos um bom exemplo de parceria entre os dois tipos de modais de transporte entre cidades – urbano e intermunicipal. Se bem que temos 3 tipos de transporte no mesmo terminal:

1 – Transporte do município de Osasco:

De certo ocupam boa parte das plataformas, sendo operados pela Viação Osasco e Urubupungá permissionárias do transporte municipal.

Diferenciação: Através das cores verde e laranja característico do transporte do município com o logotipo oficial.

2Transporte do município de São Paulo:

Mesmo que realizam ponto final neste terminal e venham com a nomenclatura Parque Continental/Shopping Continental. As linhas partem rumo aos bairros da Zona Oeste como Lapa, Pinheiros, Butantã e região central como Vale do Anhangabaú e Avenida Paulista.

Diferenciação: Através das cores laranja característico do transporte do município com o logotipo oficial com os dizeres PREFEITURA DE SÃO PAULO.

Para informações sobre linhas e horários segue link oficial de consulta.

3 – Transporte intermunicipal:

Por certo temos inúmeras linhas partem ou passam nas proximidades do Terminal da Vila Yara. Municípios de Carapicuíba, Barueri, Jandira, Itapevi, Cotia e Santana do Parnaíba são atendidos pelo terminal.

Diferenciação: Cor padrão do transporte metropolitano da EMTU. Cores azul e cinza.

Para informações sobre linhas e horários segue link oficial de consulta.

Só para ilustrar em tempos remotos o Terminal da Vila Yara em Osasco era de característica mais simples comparada com os dias atuais. Anteriormente era de base de concreto e cobertura de telhas de amianto. Atualmente possui infraestrutura moderna na parte superior com lojas e lanchonetes e na inferior as plataformas dos ônibus.

Em contraste com Terminal Vila Yara temos a divisa com duas cidades da região metropolitana de Sorocaba. A saber são dois bairros vizinhos ligados pela Rodovia Raposo Tavares (SP-270).

Terminal Vila Yara Osasco 300x169 - Linhas intermunicipais – Limite entre dois municípios beneficiando os passageiros
Foto tirada em Março de 2019 com o terminal em reformas
Exemplo N° 2 – Linhas intermunicipais – Limite entre dois municípios beneficiando os passageiros. Região metropolitana de Sorocaba.

Primeiramente temos dois municípios da região metropolitana de Sorocaba. De fato temos o bairro do Marmeleiro em Mairinque e do outro lado temos a Vila Nova que pertence a São Roque. Além disso o ponto de referência está no quilômetro 64 da Rodovia Raposo Tavares, tal qual os bairros são interligados. Apresentando sobre características de cada bairro:

Bairro Marmeleiro (Mairinque):

Em síntese é o primeiro bairro para quem vem sentido capital e o último para quem vem do sentido interior. Uma vez que a concessionária Jundiá, atende os moradores desta localidade, passando pela região central (Sorocabana).

Vila Nova (São Roque):

Em resumo é o primeiro bairro para quem vem sentido interior e o último para quem vem do sentido capital. Visto que a Viação Mirage realiza o atendimento desta localidade, atual permissionária que entrou no lugar da Viação São Roque. Lembrando que a Linha 008 partem do terminal urbano do município, ao lado da Rodoviária.

Do mesmo modo duas empresas realizam o trajeto entre os municípios de São Roque à Mairinque. Rápido Luxo Campinas e Viação São Roque são as empresas permissionárias entre os dois municípios no sistema metropolitano, administrado pela EMTU.

Em seguida temos um outro exemplo de atendimento de linha municipal intercalando com atendimento intermunicipal. Um distrito de São José dos Campos tendo atendimento por trajetos diferenciados.

Exemplo N° 3 – Linhas intermunicipais – Limite entre dois municípios beneficiando os passageiros. Vale do Paraíba e Litoral Norte.

Semelhantemente as duas linhas partem do Terminal Rodoviário de São José dos Campos. Para diferenciar as linhas o de competência municipal utiliza estrada rural, enquanto a metropolitana utiliza estrada asfaltada. O trajeto em si é o distrito de São Francisco Xavier na Serra da Mantiqueira.

São Francisco Xavier via Estrada do Rio do Peixe:

Em primeiro lugar a linha urbana 130A São Francisco Xavier via Cachoeira do Roncador percorre rumo a SP-050. Chegando no quilômetro 108 da Rodovia a linha entra pela Estrada do Rio do Peixe por 22 km de estrada de terra. No momento em que percorre este trajeto a linha acessa a Rodovia que liga Monteiro Lobato até São Francisco Xavier.

São Francisco Xavier via Monteiro Lobato:

Em segundo lugar a linha intermunicipal percorre boa parte da estrada antiga para Campos do Jordão (SP-050). Com toda a certeza a linha realiza escala no município de Monteiro Lobato.

Inegavelmente a paisagem vista da janela dos dois percursos são atrações a parte. A Serra da Mantiqueira é cenário para contemplação chegando no seu 720 metros de altitude chegando em São Francisco Xavier.

022110151500 300x225 - Linhas intermunicipais – Limite entre dois municípios beneficiando os passageiros
Estrada do Rio do Peixe nas proximidade da Cachoeira do Roncador

Mediante o exposto descreveu um pouco sobre o compartilhamento de atendimentos entre transporte municipal e intermunicipal. Segue para as pontuações finais sobre esta postagem.

Considerações finais:

Em virtude de bairros próximos as divisas ou localidades com trajetos diferenciados é que há compartilhamento de atendimentos. Nesta postagem foi visto:

3 tipos de atendimentos: No caso de Osasco um mesmo terminal atende os municípios de Osasco, São Paulo, bem como linhas intermunicipais.

No limite da divisa: Diante disso temos as cidades de São Roque e Mairinque cujas linhas terminam nos limites dos municípios. Lembrando que existem duas empresas realizando trajeto intermunicipal entretanto em regime metropolitano.

Trajetos diferenciados: Foi no caso de São Francisco Xavier, na região de São José dos Campos, atendido por duas linhas. São dois trajetos totalmente diferentes mas ambas chegam ao destino final.

Linhas intermunicipais – Limite entre dois municípios beneficiando os passageiros. Exemplos de cidades onde os dois tipos de atendimento beneficiam regiões.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.